VANTAGENS E DESVANTAGENS DE UTILIZAÇÃO DA IDENTIFICAÇÃO POR RADIOFREQUÊNCIA - RFID

A principal vantagem do uso de sistemas RFID é realizar a leitura sem o contato e sem a necessidade de uma visualização direta do leitor com o Tag. É possível, por exemplo, colocar a RF Tag dentro de um produto e realizar a leitura sem ter que desempacotá-lo, ou, por exemplo, aplicar o Tag em uma superfície que será posteriormente coberta de tinta ou graxa. O tempo de resposta é baixíssimo menor que 100 ms, tornando-se uma boa solução para processos produtivos onde se deseja capturar as informações com o Tag em movimento. O custo da RF Tag apresentou uma queda significativa nos últimos anos, tornando-a viável em alguns projetos onde o custo do produto a ser identificado não é muito alto.

3.1. Vantagens do Uso da Identificação por Radiofreqüência


Como vantagens da Tecnologia RFID podemos destacar:

• Capacidade de armazenamento, leitura e envio dos dados para etiquetas ativas;
• Detecção sem necessidade da proximidade da leitora para o reconhecimento dos dados;
• Durabilidade das etiquetas com possibilidade de reutilização ;
• Contagens instantâneas de estoque, facilitando os sistemas empresariais de inventário;
• Precisão nas informações de armazenamento e velocidade na expedição;
• Localização dos itens ainda em processos de busca;
• Melhoria no reabastecimento com eliminação de itens faltantes e aqueles com validade vencida;
• Prevenção de roubos e falsificação de mercadorias;
• Coleta de dados de animais ainda no campo;
• Processamento de informações nos abatedouros; (BORGES: 2004)

Percebemos que tais vantagens são significativas e que agregam informações aos produtos que antes implicavam em mais tempo para serem obtidas.


3.2. Desvantagens do uso da Identificação por Radiofreqüência

Como desvantagens, podemos apresentar os seguintes itens:

• O custo elevado da tecnologia RFID em relação aos sistemas de código de barras é um dos principais obstáculos para o aumento de sua aplicação comercial. Atualmente, uma etiqueta inteligente custa nos EUA cerca de 25 centavos de dólar, na compra de um milhão de chips. No Brasil, segundo a Associação Brasileira de Automação, esse custo sobe para 80 centavos até 1 dólar a unidade;
• O preço final dos produtos, pois a tecnologia não se limita apenas ao microchip anexado ao produto. Por trás da estrutura estão antenas, leitoras, ferramentas de filtragem das informações e sistemas de comunicação;
• O uso em materiais metálicos e condutivos pode afetar o alcance de transmissão das antenas. Como a operação é baseada em campos magnéticos, o metal pode interferir negativamente no desempenho. Entretanto, encapsulamentos especiais podem contornar esse problema fazendo com que automóveis, vagões de trens e contêineres possam ser identificados, resguardadas as limitações com relação às distâncias de leitura. Nesse caso, o alcance das antenas depende da tecnologia e freqüência usadas, podendo variar de poucos centímetros a alguns metros (cerca de 30 metros), dependendo da existência ou não de barreiras;
• A padronização das freqüências utilizadas para que os produtos possam ser lidos por toda a indústria, de maneira uniforme.
• A invasão da privacidade dos consumidores por causa da monitoração das etiquetas coladas nos produtos. Para esses casos existem técnicas, de custo ainda elevado, que bloqueiam a funcionalidade do RFID automaticamente quando o consumidor sai fisicamente de uma loja (BOSS: 2004).


3.3. Quais as Vantagens e Desvantagens da RFID em Relação ao Código de Barras


Logo abaixo temos um artigo onde a ACURA Technologies, empresa de tecnologia que faz seus comentários sobre os dois meios de identificação automática.

“A tecnologia de RFID não tem a pretensão de substituir o código de barras em todas as suas aplicações. A RFID deve ser vista como um método adicional de identificação, utilizado em aplicações onde o código de barras e outras tecnologias de identificação não atendam a todas as necessidades. Pode ainda ser usada sozinha ou em conjunto com algum outro método de identificação. Cada tipo de identificação tem suas vantagens, é preciso saber aproveitar os melhores benefícios de cada tecnologia para montar uma solução ideal.”
Os benefícios primários de RFID são: a eliminação de erros de escrita e leitura de dados, coleta de dados de forma mais rápida e automática, redução de processamento de dados e maior segurança. Quanto às vantagens da RFID em relação às outras tecnologias de identificação e coleção de dados, temos: operação segura em ambiente severo (lugares úmidos, molhados, sujos, corrosivos, altas temperaturas, baixas temperaturas, vibração, choques), operação sem contato e sem necessidade campo visual e grande variedade de formatos e tamanhos" (ACURA Technologies Ltd – 2003)


Na tabela 01 temos um comparativo entre RFID e Código de Barras onde podemos identificar as principais características de ambos.

Tabela 01 – Comparativo entre o Código de Barras e a RFID


Características

RFID

Código de Barras

Resistência Mecânica

Alta

Baixa

Formatos

Variados

Etiquetas

Exige Contato Visual

Não

Sim

Vida Útil

Alta

Baixa

Possibilidade de Escrita

Sim

Não

Leitura Simultânea

Sim

Não

Dados Armazenados

Alta

Baixa

Funções Adicionais

Sim

Não

Segurança

Alta

Baixa

Custo Inicial

Alto

Baixo

Custo de Manutenção

Baixo

Alto

Reutilização

Sim

Não

Fonte: Acura Technologies Ltda.
http://www.acura.com.br/sup_rfid.php

 

 
   Integra Tecnologia e Servišos
 Av. Assis Brasil,4990 - Cj. 301-A/303 - Porto Alegre - RS
 Telefone: (51) 3347-3376/3347-7435     www.klassmatt.com.br